segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Srtudel de maçã



Pense numa massa fininha, crocante, recheada de maçã e bem gostosa. Agora, pense que você pode em fazer em casa sem dificuldades. Foi o  que fiz! Segui as instruções do Adriano Ribeiro - Amo Pão Caseiro - e preparei essa delicia que me remete à Santa Catarina e as confeitarias espalhadas pelo Vale do Itajaí. E como ainda não dá para ir passear por essa terra linda, vamos matando a saudade preparando essa delicia em casa mesmo. 

Para fazer o famoso Apfelstrudel, você vai precisar de: 

Ingredientes:
Rendimento: 2 strudels de aproximadamente 40 cm


MASSA
- 400 g (3 ¼ xícaras) de farinha de trigo
- 8 g (½ colher de sopa) de sal
- 160 a 180 g (⅔ xícara) de água
- 1 ovo grande
- 30 g (2 colheres de sopa) de manteiga sem sal

RECHEIO
- 1 kg de maçã (600 g a 700 g de maçã sem casca picada)
- 100 g (1 xícara) de uva-passa
- 1 limão
- 4 g (½ colher de sopa) de canela
- 140 g (⅔ xícara) de açúcar
- 60 g (⅔ xícara) de noz triturada ou farinha de rosca (30g para cada strudel)
- 60 g (¼ xícara) de manteiga sem sal derretida (30g para cada strudel)

COBERTURA
- 1 ovo batido com um pouco de água
- Açúcar de confeiteiro para polvilhar


Preparo:

MASSA
1. Hidrate as uvas passas em 100g de agua morna, ou se preferir, substitua por rum, vodka ou cachaça. . São 100 g de uvas-passas e 100 g de água morna
2. Misture os ingredientes sólidos: farinha e sal
3. Acrescente o ovo e a manteiga amolecida em temperatura ambiente e misture
4. Adicione a água aos poucos, inicie com 160g e se for necessário, coloque mais um pouco durante a sova. Misture tudo com a colher e depois com as mãos
5. Após sovar bem a massa, 5 a 10 minutos, divida em duas partes iguais, modele uma bola em cada pedaço e embale e plástico filme para descansar por 1h30 a 2 horas 
obs: a massa não irá crescer porque não usamos fermento. Esse processo irá garantir que ficará mais extensível 

RECHEIO
1. Escorra em uma peneira as uvas-passas 
2. Descasque as maçãs, corte em cubos pequenos e adicione o suco de um limão
3. Junte as maças com as uvas passas num bolw e misture
4. Acrescente o açúcar e a canela em pó, misture tudo muito bem e volte para a peneira para escorrer todo suco que ainda tiver ou irá criar

MONTAGEM
1. Ligue o forno para um pré aquecimento de 30 minutos a 180 °C 
2. Abra uma pano de prato sobre uma bancada e polvilhe bastante farinha sobre ele
3. Desembale a massa e coloque-a sobre o pano para abrir
4. Comece abrindo com um rolo e depois, estique a massa com as mãos em formato retangular
3. Pincele a manteiga derretida distribuindo-a por toda extensão da massa
4. Polvilhe 30 g de nozes trituradas sobre a manteiga. 
5. Acomode o recheio sobre um dos lados da massa, deixando uns dois dedos de sobra nas laterais



6. Levante duas pontas do pano no comprimento e dobre sobre a massa
7. Faça a mesma dobra no lado oposto
8. Comece a enrolar o strudel sem encostar na massa, somente com a ajuda do pano, levantando com cuidado a lateral com o recheio e  repetindo esse movimento até enrolar completamente a massa




9. Coloque o strudel em uma assadeira forrada com uma folha de papel manteiga antiaderente
10. Transfira o strudel com a ajuda do pano, tomando o cuidado para deixar a emenda da massa virada para baixo
11. Pincele o ovo batido com um pouco de água sobre a massa e faça uns furinhos para evitar que o recheio vaze na parte de baixo
12. Leve ao forno, mantendo a temperatura em 180 °C de 40 a 60 minutos - quando a crosta começa a ficar dourada é um sinal de que terminou de assar
13. Após 30 minutos, vire a assadeira para dourar de maneira mais uniforme
14. Retirado do forno, polvilhe de açúcar de confeiteiro antes de servir 




Acompnahe o preparo com Adriano Ribeiro 


Você pode servir com chantili ou uma bola de sorvete que fica muito bom!
Acompanha perfeitamente com uma xicara do melhor café. 








GUIA: 
Siga nas redes para receber novas receitas ou para participar dos cursos de panificação em fermentação natural 


DICAS:
- Fiz apenas metade da receita, porque fica bem grande
- Usei cachaça para hidratar as passas 
- Servi com café especial que recebo do Batom na Xícara 


Desfrute! 

Angela Caruso 

sábado, 27 de junho de 2020

Bolo de Limão



Todo dia tem café com bolo na Casa di San Caruso. O café, vocês já sabem, sempre grãos especiais graças ao Batom na Xícara, que garante minha despensa abastecida de cafés de qualidade. O bolo, desde que entramos em isolamento social, tenho escolhido uma receita diferente a cada semana. Desta vez, testando uma receitinha nova de bolo de limão - dica da minha irmã que é boleira de mão cheia.

Ingredientes:

Massa
1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de açúcar
3 gemas
3 claras em neve
raspas de 1 limão (usei limão siciliano)
6 colheres (sopa) de óleo
1 colher (sopa) de fermento
1/4 xícara (chá) de leite morno
1 colher (chá) de essência de baunilha

Cobertura
120g de açúcar de confeiteiro
2 colheres de suco de limão

Preparo: 


  • unte uma forma redonda com buraco no meio e pré aqueça o forno 
  • no liquidificador, bata o leite, as gemas e o óleo
  • numa vasilha misture a farinha, açúcar e fermento 
  • junte os ingredientes líquidos e secos
  • acrescente as raspas de limão e as claras em neves
  • leve ao forno 180o por 20 minutos ou até dourar ( faça o teste do palito)
  • misture o açúcar de confeiteiro e o suco de limão, leve ao fogo até desmanchar o açúcar e formar uma calda
  • desenforme o bolo e cubra com a calda

Sirva com um café e  capriche na mesa, mesmo que seja só para você.



GUIA: 

Batom na Xícara Clube de Assinaturas de Cafés Especiais














Desfrute desse momento.

Com carinho,
Angela Caruso 

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Padaria aberta: pão de forma

  

A cada semana tenho experimentado uma nova receita de pão. Depois que li o livro A Padaria dos Finais Felizes, fiquei muito mais animada em ter pão feito em casa, ainda mais nesse período de isolamento. Hoje vou registrar aqui um pão de forma delicioso que aprendi com o Adriano Ribeiro do Amo Pão Caseiro.
Então é hora de farinha na bancada e mão na massa!

Ingredientes
Esponja
113 g (3/4 xícara) de farinha de trigo
113 g (1/2 xícara) de água
6 g (1/2 colher de sopa) de fermento biológico seco instantâneo
Obs: se quiser utilizar fermento natural, são: 232 g de fermento natural de farinha branca. O fermento deve estar "refrescado" e não pode ser usado direto da geladeira.
Massa 
452 g (3 1/2 xícara) de farinha de trigo
254 g (1 xícara) de leite integral
45 g (6 colheres de sopa) de açúcar
11 g (1/2 colher de sopa) de sal
45 g (3 colheres de sopa) de manteiga sem sal
232 g de pré-fermento (esponja)

Preparo

 Você pode sovar na mão ou usar a batedeira planetária ( aquela que tem um gancho para massas pesadas). 

1. Comece preparando a esponja, que é um tipo de pré-fermento:
   - Em uma tigela grande, adicione 113 gramas de farinha de trigo e o fermento biológico seco. 
   - Adicione também a água e misture bem, até incorporar todos os ingredientes.
   - Cubra e deixe descansar por 30 minutos.
2. Misture todos os ingredientes sólidos: farinha de trigo, açúcar e sal.
3. Adicione os ingredientes sólidos na tigela onde fizemos a esponja.
4. Adicione a manteiga sem sal, amolecida em ponto de pomada, e o leite integral.
5. Comece misturando com uma colher, fazendo um movimento circular no meio da tigela. Quando a massa começar a ficar mais firme, use as mãos.
6. Faça isso por uns 5 minutos, até a massa descolar da tigela. 
7. Transfira para a bancada, mas antes de começar a sovar, cubra e aguarde de 5 a 10 minutos.
8. Após o descanso, sove a massa por aproximadamente 10 minutos.

Se for usar a batedeira, misture os ingredientes e bata 5 minutos em velocidade baixa e mais 10 minutos em velocidade média

9. Modele uma bola e coloque-a para descansar de volta na tigela. Esta será a primeira fermentação e deve durar aproximadamente uma hora.
10. Unte a forma de pão com manteiga ou óleo.
11. Modele a massa, coloque na forma, cubra e deixe descansar por 45 minutos. Já pode também ligar o forno em 180ºC, pois é necessário no mínimo 30 minutos de pré-aquecimento.
12. Depois de 45 minutos de descanso, a nossa massa está pronta para entrar no forno. Ela vai assar por aproximadamente 45 minutos a uma temperatura de 180ºC.
13. Deixe esfriar por 30 a 60 minutos antes de cortar.

Para facilitar, acompanhe o Adriano preparando o pão: 




Sirva com manteiga, geleia, queijo... Faça sanduíches de queijo e presunto, queijo derretido... Apenas com azeite como gostam os italianos... Enfim, use a imaginação! 


Ah! Não esqueça do café! Este tem que ser especial! O nosso é entregue todo mês pelo Batom na Xícara, o clube de assinaturas do qual fazemos parte. 


Arrume uma mesa bonita. Afinal, você merece!



GUIA:

Amo Pão Caseiro

Batom na Xícara 

Desfrute desse momento perfumado e saboroso!

Angela Caruso

quinta-feira, 28 de maio de 2020

Bolo de nozes com cobertura de chocolate




Lá vamos nós para a cozinha outra vez. Faz frio aqui na Serra da Mantiqueira e forno ligado significa cozinha quente e alguma delicia para o café da tarde. Que coisa boa!
Sem dúvidas o ano de 2020 ficará para a história como o ano do ficar em casa e, entre outros, se aventurar na cozinha. O bolo da semana foi encontrado numa revista de receitas de liquidificador e não deixei por menos a sugestão da cobertura de chocolate. Sim, mais chocolate , por favor!

Então, separe os ingredientes, coloque o avental, ligue o forno e vamos lá!

Você vai precisar de:
Massa
  • 3 ovos inteiros
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de creme de leite
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 xícara (chá) de nozes picadas
Cobertura
  • 1 xícara (chá) de creme de leite
  • 5 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 2 colheres de açúcar
Preparo
Massa 
  1. Unte a forma com manteiga e enfarinhe e pré aqueça o forno
  2. Bata no liquidificador os ovos, o açúcar, o leite e o óleo
  3. Coloque a mistura numa tigela e misture com a farinha peneirada com o fermento
  4. Incorpore as nozes picadas e misture
  5. coloque na forma e leve ao forno - 180° por cerca de 40 minutos 
Cobertura
  1. Misture todos os ingredientes e leve ao fogo até começar a ferver
  2. Desenforme o bolo e espalhe a cobertura
  3. Salpique nozes picadas

Fácil, não é?
Se é gostoso? Bem, agora é por sua conta!
Prepare um café ou um chá, faça uma mesa bonita, mesmo que você esteja só e desfrute deste momento.




Com carinho, 
Angela Caruso

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Cozinhar na quarenta: Ramen com caldo de frango


    


Em 2014, Tereza Payne estava na França participando de um intercambio estudantil e lá de longe nos contou sua aventura em ter que se virar para se alimentar numa cultura diferente e matar a saudade de casa. Na época, nos ensinou a preparar um espaguete ao vinho tinto que fez muito sucesso aqui no blog. A receita desse espaguete, você confere aqui.
Hoje, profissional formada pela ESPM, e morando com o namorado em São Paulo,  colabora novamente conosco, falando sobre sua experiência na cozinha em tempos de isolamento social e nos ensina a criar um ambiente de convivência enriquecedor e a preparar um prato oriental que além de saboroso é extremamente saudável.

                     "Há cerca de dois meses, o coronavírus se espalhou pelo país e, para protegerem a sí e a seus familiares, os brasileiros se reclusaram em suas casas.
O caos veio de repente e ninguém estava preparado para tamanha mudança de hábito. Mas ela estava ali e cada um de nós teve que se adaptar.

Os shows, barzinhos e cinema acabaram, como consequência artistas fazem seus shows ao vivo e online. A audiência é tamanha que seriam necessárias dezenas de Maracanãs lotados para comportar a enorme quantidade de fãs que assistem às lives simultaneamente.

As pessoas passaram a devorar filmes e séries em casa, o e-commerce disparou e o costume de almoçar nas ruas acabou. São Paulo, onde moro com meu namorado,  é uma cidade com um número incrível de restaurantes. As pessoas costumavam sair cedo para seus trabalhos e não retornavam para suas casas para o almoço. O hábito então, é comer fora. A noite, de segunda a segunda, bares e restaurantes estavam sempre cheios. Mas, tudo isso mudou.

Ficar em casa fez com que aqueles que gostavam de cozinhar tivessem tempo para desenvolver suas habilidades e fez com que os que nunca haviam cozinhado tivessem que aprender a se virar de alguma forma.

Informação não falta - nem para os mais habilidosos, nem para quem está dando os primeiros passos na cozinha. A chef Rita Lobo, por exemplo, vem fazendo cada vez mais sucesso com seu programa "cozinha prática" e ainda dá dicas de lanches simples, itens indispensáveis na dispensa e armazenamento de comida. Tudo focado para a quarentena.

Além de chefs famosos, outras contas, como o @comidaderesistencia, vem surgindo com dicas para facilitar a vida de cada um de nós que não estava preparado para lidar com as tarefas domésticas no dia a dia e de repente se viu na missão de ter que aprendê-las.

O mais legal de tudo isso é: muitos descobriram o quão prazeroso é preparar seu próprio alimento. Surpreendidos com as vantagens de ir pra cozinha, muitos brasileiros vem desbravando cada vez mais esse universo e se tornando verdadeiros 'chefs' em suas próprias casas.

Eu e o Henrique, temos explorado cada vez mais nosso tempo na cozinha. O que antes da quarentena eram apenas bruschettas simples, macarrão, ou mesmo miojo (que quando incrementado com algo a mais chamávamos de yakissoba), foram virando receitas cada vez mais complexas e elaboradas.

Agora fazemos curry, udon, massas com frutos do mar, risotos e pão caseiro. O melhor é ir percebendo o quanto vamos melhorando a cada dia e como tornou-se um tempo gostoso que passamos fazendo algo juntos.

Na cozinha, dividimos as tarefas:  enquanto um pica alguns legumes, outro mexe o caldo, e por aí vai. Vamos descobrindo qual o melhor tom da cebola depois que ela vai ao fogo, diferentes maneiras de se preparar tomates para um molho, entendendo o sabor de cada tempero e como usá-los em cada receita. Podem parecer coisas triviais, mas são momentos de intimidade e de descoberta. Tudo isso reflete na alimentação. É completamente diferente comer algo que preparamos em conjunto, que sabemos como foi feito em cada detalhe do algo que já nos foi entregue pronto.

Assim como nós, outros descobriram esse mesmo prazer, e acredito que essa é uma mudança de cultura que vem para ficar.  Uma hora a quarentena chegará ao final, mas  não esqueceremos aquilo que descobrimos e tornou-se uma habito, mudando nossas rotinas.

Dentre as inúmeras receitas que temos explorados nesses últimos dois meses, queremos compartilhar o Ramen com caldo de frango. Fizemos ele coberto com lombo, spaghetti de cenoura cítrica, shitake e cebolinha.


Ramen com caldo de  frango

Receita para duas pessoas:

- 200g de macarrão udon

Caldo

Ingredientes:
  • 1 sobrecoxa de frango
  • 100g de bacon
  • 3 cebolas
  • 1 cenoura
  • 5 dentes de alho (descascados)
  • ½ gengibre (picado e descascado)
  • 2 colheres de sopa de Tahine
  • Shoyu
  • Óleo de Gergelim
  • Sal
Toppings

Ingredientes:
  • 4 tiras finas de pernil suíno
  • 1 cenoura
  • 1 dente de alho
  • ½ limão
  • 300g de shitake
  • 2 ovos
  • Cebolinha
  • Manteiga
  • Sal
  • Pimenta do Reino
Preparo do Caldo
  1. Adicione em uma panela grande com 3 litros de água, a sobrecoxa, o bacon, cebolas, cenoura, alho e o gengibre.
  2. Adicione aproximadamente 20 ml de shoyu, algumas gotas de óleo de gergelim e o sal e deixe ferver em fogo baixo por 5 horas.
  3. Ao final das 5 horas, descarte todos os ingredientes sólidos da panela e coe o caldo.
  4. Volte com ele para a panela, adicione o tahine e sal (se necessário) e mantenha-o quente.


Preparo do Udon:

Existe uma grande variedade de massas de udon disponíveis para compra. Siga as instruções da embalagem.

Preparo dos toppings
  1. Tempere as tiras de pernil de porco com pimenta do reino e sal 
  2.  Frite na manteiga até as tiras dourarem. 
  3.  Reserve

Spaghetti de cenoura cítrica:
  1. Descasque uma cenoura e corte-a em finas tiras. 
  2. Coloque-as em um recipiente e tempere com meio limão. 
  3. Mantenha as cenouras no recipiente por cerca de 10 minutos antes de prepará-las.
  4. Frite um dente de alho picado em pequenos pedaços e depois adicione as cenouras na frigideira/panela. 
  5. Mexa até que elas ganhem um tom dourado e reserve.

Shitake:
  1. Derreta três colheres de manteiga em uma panela e adicione o shitake. 
  2. Mexa por cerca de 5 a 8 minutos em fogo alto 
  3.  Reserve.

Cebolinha:

Lave a cebolinha e pique em pequenas rodelas.

Ovo:
  1. Em um recipiente com água fervendo, adicione os ovos e deixe cozinhar por 6 minutos (gema mole). 
  2. Descasque e reserve.
Montagem do prato:
  1. Em um bowl fundo, adicione 100g de udon e o caldo (até que ele quase cubra a massa).
  2. Coloque duas tiras do pernil suíno em uma das laterais do bowl, e distribua nos cantos a cenoura cítrica e o shitake. 
  3. No meio do prato posicione o ovo cozido e por cima de tudo jogue um pouco da cebolinha.


Espaguete de cenoura citrica


Esse é um prato com uma enorme variedade de sabores e extremamente nutritivo em decorrência do caldo.


Esperamos que goste e que se divirtam na cozinha

Um grande beijo,

Tereza e Henrique



 GUIA:







 Para quem se interessar pela receita, indicamos também o livro que nos deu a inspiração para ela; "Ramen" escrito por Tove Nilsson.
  






Que tal? 
Se você tem alguma experiência culinária , arrumação de mesas ou alguma outra dica e quer socializar conosco, entre em contato comigo e publicaremos.
Cozinha é isso: espaço de estar com amigos!

Com carinho, 
Angela Caruso

sexta-feira, 15 de maio de 2020

Sabores doces – por uma quarentena mais amena

Brigadeiro de coco queimado


     Antônio Português foi o amigo que conquistei logo nos primeiros dias de aula do mestrado na PUC SP. Claro que este não é o seu nome, mas era assim que eu carinhosamente o tratava, e assim continuará. Foi o companheiro da hora do café, das discussões e trabalhos em grupo e o mais importante: foi o amigo que só faltou segurar na minha mão e me ajudar a atravessar a crise dos 30 anos. Por fim, aprendemos muito, conquistamos nossos títulos e nos divertimos bastante nesse período. Hoje, morando em cidades diferentes, a amizade se mantém viva, graças à tecnologia e a ‘santa Internet’, protetora dos que estão em isolamento social.

Antônio construiu uma carreira de sucesso como escritor e palestrante, rodando o Brasil e sendo aplaudido de pé. Mas, na cozinha... bem, ele foi um pai que, sozinho, precisou descobrir como alimentar de forma saudável seu único filho. E é aí que as competências desenvolvidas ao longo da formação acadêmica entram em cena. Se tem uma habilidade que desenvolvemos, sobretudo no mestrado, é a da pesquisa e, mesmo que não seja o ambiente para o qual nos formamos, pesquisa é pesquisa e a cozinha um grande laboratório. Foi ali que ele descobriu um novo talento e um novo hobby: a confeitaria.

Começou fazendo tortas de limão e maracujá, muito apreciadas pelo filho, hoje adulto e quem sugeriu que ele comercializasse seus doces.
Mas Antônio tem uma peculiaridade: não se contenta com qualquer resultado. Seus doces precisam atingir um padrão de excelência, ou não servem para o consumo. Por exemplo: suas tortas levam o mínimo de gelatina possível para manter a consistência do recheio, pois para ele gelatina em excesso, além de roubar o sabor, resulta numa sensação desagradável de estômago inflado. E foi realizando vários testes que chegou à medida certa da gelatina, além de experimentar outros ingredientes que poderiam ser substituídos. O resultado: um produto saudável e de altíssima qualidade no sabor. 

Nasce, então, a Sabores Doces, sua confeitaria virtual na qual, apesar da “vitrine” cheia de delicias, os doces são preparados apenas por encomenda.
Neste período de isolamento social, toda semana, Antônio cria uma nova receita e distribui aos vizinhos no condomínio em que mora na capital paulista, a fim de tornar a quarentena mais amena para si e para todos.

Torta de Iogurte e Geleia de Amoras 

Esta é mais uma das minhas histórias especiais de amizade, que hoje é incrementada com troca de receitas, além da vontade de um encontro real de café com um pedaço de torta de chocolate com morango regado de bom papo e lembranças de bons momentos vividos.
Afinal, é também isso que a cozinha nos proporciona.

Torta de Chocolate com Geleia de Morango 


Brigadeiro de Capim Santo - sem lactose

Brigadeiros de Leite Ninho, Frutas Vermelhas, Laranja, Chocolate Meio Amargo e Limão

Torta Brownie com Mousse de Limão
 
Mousse de Chocolate Meio Amargo, Chocolate Branco e Ganache de Creme de Avelã

Panna Cotta de Morango

Fica a dica: que tal experimentar uma sobremesa especial no final de semana?
Visite o site para conhecer a variedade de tortas , docinhos e outras sobremesas.


GUIA:

Sabores Doces - https://saboresdocessp.wixsite.com/saboresdoces
                           saboresdoces.sp@gmail.com
                           Tel: (11) 95179-0630


Com carinho,

Angela Caruso

terça-feira, 12 de maio de 2020

Cookies e aveia e chocolate




Vamos fazer bolachinhas? Ou seriam biscoitinhos? Talvez quitandas? 
Para que não haja problemas com a denominação vamos fazer cookies, ok? (rsrsrs)
Descobri esta receita em 2009 quando criei um calendário de eventos aqui em casa para reunir minhas amigas e meus sobrinhos. E foi no Dia do Sobrinho que os cookies foram super aprovados e passaram a fazer parte das especialidades da casa.
São saudáveis, fáceis de preparar e um bom programa para estes dias mais frios de isolamento social . Vamos para a cozinha? Então, ligue o forno e mão a obra?


Cookies de aveia e chocolate

Ingredientes:
·        
1     1 xícara (chá) de farinha de trigo
·         1 colher (chá) de fermento em pó
·         1/2 colher ( chá) de sal
·         ½ xícara (chá) de manteiga
·         1 xícara(chá) de açúcar
·         1 ovo
·         60 g de Chocolate meio amargo derretido
·         1 colher (chá) de baunilha
·         1 colher (chá) de essência de amêndoas
·         1 xícara (chá) de aveia em flocos

Preparo:

Peneire a farinha de trigo, o fermento e o sal. Bata a manteiga com o açúcar até ficar cremosa. Misture o ovo ao chocolate derretido e as essências. Junto o creme de manteiga ao creme de chocolate. Adicione a farinha aos poucos, misturando cuidadosamente. E, por último, coloque a aveia. Distribua colheradas do creme num tabuleiro untado e polvilhado e leve ao forno médio, pé aquecido, por uns 10 minutos (ou até que perceba que estejam prontos).  Deixe esfriar e sirva com uma xícara de café especial. 

Indo para o forno

Saindo do forno!

Numa caixa, lata ou saquinho de celofane, sugere um presentinho bem gostoso.


Desta vez fiz cookies grandes, mas se quiser fazer menores para servir no pires do cafezinho, fica bem bonitinho! 
Vai  muito bem com suco, chá ou café. Delicia!
Bom proveito!

 Angela Caruso